Pular para o conteúdo principal

Rio Grande do Norte + Paraíba



Quando? Natal é atrativa o ano todo. A cidade é quente e pouco chove. Leve bastante roupas leves e se proteja do sol, porque os índices solares são extremos. A alta temporada vai de meados de dezembro até o final do Carnaval. O Carnatal é outra época que atrai muitas pessoas. Natal é palco de um dos maiores carnavais fora de época, que ocorre sempre entre o final de novembro e o início de dezembro. As maiores atrações no Brasil vão à cidade nesse período, atraindo pessoas de todo o país. 

Duração da viagem: 7 dias
Período: Janeiro/2011


Hospedagem: Nos hospedamos no Hotel Costa do Atlântico, localizado em Ponta Negra. 
O que fazer em Natal:
No primeiro dia, conhecemos a Ponte Newton NavarroAo todo são 1.8 quilômetros de extensão que levam pedestres e motoristas de um lado ao outro do Rio Potengi. Destes, 500 metros são sustentados apenas por cabos de aço. Estes por sua vez, ficam presos em apenas dois blocos gigantes, sendo cada um de 110 metros de altura. Já o resto da ponte recebe sustentação por barras convencionais.
Seguimos em direção a Fortaleza dos Reis Magos, construída pelos colonizadores portugueses em 1598, nas proximidades do encontro do Oceano Atlântico com o Rio Potengi. Em 1633, apesar da localização estratégica, não impediu a invasão dos holandeses.  Anos depois, os portugueses conseguiram retomar a cidade e o forte. O monumento ainda preserva os canhões, expostos na parte superior, a capela com poço de água doce e alojamentos.

De lá, partimos para Pirangi do Norte, conhecer o maior cajueiro do mundo.
O Cajueiro de Pirangi, como também é conhecido, é uma árvore gigante, que cobre uma área de aproximadamente 8.500 m². Um mirante permite observar a a árvore de cima. 

Depois de visitar o Cajueiro, fomos curtir a praia!


No segundo dia, fomos fazer o passeio de buggy nas Dunas de GenipabuEsse passeio possui diversas atividades: sobe-desce com ou sem emoção pelas dunas, montar em jegue, dromedário, fazer esquibunda, tirolesa, tomar banho de mar, lagoa e travessia de rio com balsa. 
A primeira parada é mirante a Lagoa de Genipabu. Nessa região você já vai avistar os jeques, e encontrar "fotógrafos" querendo tirar fotos engraçadas por uns trocados. Na segunda parada, você poderá tirar fotos e fazer o passeio de dromedário, que dura em torno de 15 minutos. Não lembro quanto paguei, pois, faz muito tempo que fui. Achei o passeio incrível e mega divertido. Sensação de estar no meio do deserto kkk


Nossa próxima parada foi o Bar da Lagoa. Fizemos a travessia de rio com a balsa. Chegando lá, tomamos banho de Lagoa e pulamos de tirolesa. 



No terceiro dia, fomos conhecer a famosa Praia de Pipa. Ainda no caminho, fizemos uma pequena parada para observar as falésias. Um verdadeiro paraíso.  Em seguida, seguimos em direção a praia de Cacimbinhas, localizada entre o município de Tibau do Sul e a praia da Pipa. É possível descer até a beira do mar por uma longa escadaria. Você vai encontrar um local tranquilo, mais reservado, sem muitos visitantes.

Depois de 1 hora +ou- seguimos em direção a Praia da Pipa
Inicialmente, era uma pacata vila de pescadores, bem calma, tranquila, até ser frequentada por surfistas e logo em seguida, turistas de todos os cantos. É famosa por ter uma das noites mais movimentadas do estado. Possui grande número de hotéis, pousadas, albergues, restaurantes, bares, estando sempre cheia seja em alta ou baixa temporada. 
O nome pipa deve-se ao fato de que os portugueses ao passar de navio pelas proximidades avistaram uma pedra que lembrava um formato de uma pipa. Pipa em Portugal, é a denominação mais usual para um barril de vinho ou azeite, forma que a pedra fazia lembrar.
O Centro de Pipa lembra a Rua das Pedras, em Búzios/RJ.



O quarto dia, foi dedicado ao passeio de catamarã até os Parrachos de Maracajaú. O tempo de navegação é de aproximadamente 30 minutos. Os equipamentos básicos (snorkel e coletes flutuantes) para a prática de mergulho livre estava incluso no pacote. Mergulho com cilindro tinha um preço diferenciado.
Já no quinto dia, resolvemos fazer um bate e volta em João Pessoa, na Paraíba. A viagem durou em torno de 3 horas. Fomos bem cedinho, e voltamos a noite. Fizemos um city tour pelos principais pontos turísticos da cidade. Passamos pela praça Presidente João Pessoa, popularmente praça João Pessoa, localizada no centro histórico da cidade. Também é conhecida como praça dos Três Poderes, por estar localizada entre as sedes dos poderes executivo, legislativo e judiciário estadual.
De lá, fomos conhecer o Centro Cultural São Francisco. A visita guiada leva a diversos ambientes do Centro Cultural e permite que os visitantes conheçam detalhes da arquitetura do local, que inclui manifestações artísticas feitas no estilo barroco, com o uso de muito ouro, mármore e azulejos pintados.

Seguimos para o Farol do Cabo Branco, que simboliza o extremo oriental das Américas: O lugar onde o sol nasce primeiro em nosso continente. É um farol de formato triangular,utilizado apenas como marco. 
De lá, também  é possível ter uma pela vista para o mar. Passamos a tarde na praia, e retornamos no final do dia para Natal. 

Separamos os dois últimos dias de viagem para curtir a praia de Ponta Negra, e aproveitar o hotel.




É isso! Até a próxima!

Comentários