Pular para o conteúdo principal

A magia do Natal Luz de Gramado e Canela

Quando visitar Gramado e Canela? 
Apesar de receberem turistas durante o ano todo, é durante o inverno (junho e julho) e durante o Natal que elas ficam mais movimentadas. 
O Natal Luz já é uma tradição e a cidade fica toda decorada - por isso escolhemos este período para a visita. 
Como chegar? Chegamos pelo aeroporto de POA (Porto Alegre) e pegamos nosso carro lugado ainda no aeroporto para seguir viagem, que dura em torno de 1h40m. 
Hospedagem: Durante a alta temporada recomendo algum hotel/pousada bem no centrinho de Gramado, assim você estará próximo de alguns pontos turísticos e principalmente da zona comercial gastronômica podendo fazer bastante coisa a pé. Estacionar durante esse período é um pouco complicado além de todas as vagas serem pagas. 
Agora, se deseja viajar de maneira mais econômica, procure uma pousada ou apartamento localizado a 3km - 5km de distancia do centro. A diferença é bem considerável. 
Pesquise e reserve sua hospedagem aqui pelo BLOG! (Clique aqui) 
Você não paga nada a mais por isso e ainda me ajuda a ganhar uma comissão para também continuar disponibilizado roteiros e dicas gratuitas por aqui =) 

Roteiro:
O que fazer em Gramado? 
1 - Parada no famoso Pórtico de entrada para foto.
(Nós estávamos cansados da viagem e não paramos rs)

2 - Rua Torta, que na verdade se chamada Emílio Sorgetz.
A rua não é nada mais do que seu próprio nome sugere, mais ainda assim é linda, e devido a temporada, estava toda decorada.
Se de seja uma foto boa, chegue bem cedinho ou tenha paciência. 
3 - Mini Mundo - um parque ao ar livre formado por réplicas fiéis de várias partes do mundo baseadas em seus respectivos projetos originais. Juntas constituem uma cidade em miniatura, animada por milhares de mini habitantes, onde tudo é 24 vezes menor do que a realidade.
O ingresso custa R$ 42.




4 - Casamento dos Sonhos 
Bem legal para quem deseja casar ou renovar votos no estilo Las Vegas.

5 - Jardim do Amor (ao lado do Casamento dos Sonhos)
O Jardim foi inspirado nas paisagens de Toscana e conta com mais de 30 cenários. 
O valor da entrada é R$ 25.





6 - Av. Borges de Medeiros - principal rua de gramado, onde concentra grande parte dos restaurantes e lojinhas da cidade. 
6.1 Espaço tô de férias - Um espaço gratuito e super divertido.
6.2 Fonte do Amor Eterno
6.3 Igreja Matriz São Pedro Apostolo
6.4 Rua Coberta
Uma rua coberta, como seu próprio nome supõe, cheia de bares e restaurantes.
6.5 A fabulosa loja de chocolates - Além de chocolates de vários tipos e sabores, as lojas possuem lindos cenários. Não deixe de conferir e saborear. 
6.6 Comer um lanche / sobremesa na Casa da Velha Bruxa.
7 - Lago Negro - que tem esse nome devido suas águas profundas de cor verde escuro e por ter a sua volta árvores que foram trazidas da Floresta Negra, na Alemanha. Sua maior atração são os pedalinhos (pagos a parte) em formato de cisnes, mas o local oferece muito mais: artesanato, trilhas em meio a azaleias e hortênsias e ar puro.
Entrada Gratuita. 

8 - Aldeia do Papai Noel - único parque Natalino que fica aberto o ano inteiro.
Eu, particularmente, não gostei.
Não vi nada que fizessem valer os R$ 40 de entrada. Pelo contrário, o atrativo mais legal (um trenzinho estilo trenó que dava a volta no parque) ainda era pago a parte. 

9 - Shows de Natal - Natal Luz
Nessa época, espetáculos não faltam na cidade. Dos pagos, escolhemos os principais:
9.1 Grande Desfile de Natal, que conta com carros alegóricos, aéreos, bailarinos, atores, patinadores, artistas circenses e é dividido em 3 atos: O nascimento de Jesus, a parada de Natal circense e a Magia do Natal. 
Acontece no Expogramado (local coberto)
Estacionamento R$ 25.
Ingressos a partir de R$ 170 (inteira)
Adorados e super recomendamos - principalmente para quem estiver com crianças. A Laura mesmo com sono viu tudo - encantada - do início ao fim.






9.2 Show no lago Illumination - O show conta com fogos de artifícios (poderiam ser silenciosos), águas dançantes e projeções. 
Não recomendamos por 4 motivos:
1 - A estrutura é péssima - muitos ferros atrapalhando a visão das pessoas.
2 - Muitos fogos durante todo o espetáculo - a Laura se assustou muito, por isso pense bem bem antes de levar um bebê ou criança pequena.
3 - Muito do mesmo. Cansativo.
4 - Horrível para quem está de carro. Recomendo chegar bem cedo para encontrar uma vaga (na rua).
Ingressos a partir de R$ 170 (inteira)
 Outros atrativos que não fomos, mas que se forem do seu gosto podem ser incluídos no seu roteiro:
Dreamland: Museu de Cera - Já fomos em dois desses museus nos EUA. Acho válido para quem nunca conheceu um.  
Snowland - Também acho legal para quem não conhece a neve, fora isso não recomendo muito. Uma amiga disse que passou mais tempo na fila/esperando para por toda a roupa necessária do que brincando no parque. 
O ingresso custa R$ 129 
Locker para guardar seus objeto R$ 25 

O que fazer em Canela?
1 - Mundo a Vapor - um parque temático cheio de vida e movimento.
O ingresso custa R$ 40 (bem caro, por isso preferimos não entrar)
2 - Parque do Caracol
Confesso que esperava mais do parque. Seu principal atrativo é a Cascata do Caracol, que é a maior cachoeira do Rio Grande do Sul com 131 metros de altura.
O ingresso custa R$ 20

3 - Catedral de Pedra - Um dos maiores símbolos da Serra Gaúcha.
Recomendo visitá-la durante o dia e a noite.
Canela possui muitos parques temático, escolha algum que seja do seu interesse e divirta-se! Nós não fomos, mas recomendamos o Museu dos Dinossauros. As crianças adoram! 
Espero que tenham gostado! Até a próxima viagem =)

Comentários